Luz, sombra e novidades!

Blenda_Shading_Amanda

Olá você que me acompanha todas as sextas aqui no blog! Muito bem vindo também você que me visita pela primeira vez!

Nesta semana do dia da mulher, não poderia faltar uma representação com o maior carinho deste ser tão maravilhoso que não é apenas doce, mas forte e cheia de determinação que é a mulher… e eu tinha um discurso bem bonito, mas nada tão lindo quanto a novidade que quem me acompanha também pelas redes sociais pode notar a empolgação! Uma ótima notícia para as mulheres que produzem e consomem quadrinhos!

Então esta é uma sexta feira de novidades e muita, muita MUUUIIITTAAA felicidade! Pois este projeto que estou participando finalmente foi divulgado!

Em parceria com a editora Cândido e com o intuito de destacar o trabalho de artistas mulheres no mercado de quadrinhos, o Social Comics, maior site de streaming de HQs da América Latina, anunciou neste dia da mulher, a criação do selo Pagu Comics, que consiste na coleção de histórias em quadrinhos nacionais feitas por mulheres.

Blog_PAGU-950x604

Atualmente, na plataforma do Social Comics, elas representam cerca de 7% dos artistas independentes com obras ativas, e a iniciativa tem como objetivo fomentar a produção das mulheres no mercado de HQs.

A curadoria do projeto e coordenação do time de quadrinistas fica a cargo da Ana Recalde ( ❤ ), artista brasileira e co-autora da graphic novel Beladona, que rendeu a ela e a Denis Mello o prêmio HQ Mix como melhor Web Quadrinho em 2014.

O time está ficando cada vez mais maravilhoso!

Além de mim, a Charim Arrais ( ilustradora e colorista paulista, criadora de obras como: Purple Apple, Mare Rosso e As Aventuras da Bruxinha Mô (1 e 2), A Última Lenda e Livro de Conselhos do gato Darazar.),

Dani Mota ( ilustradora e designer de São Paulo, colaboradora do projeto Amarelo Criativo), a Milena Azevedo (roteirista de histórias em quadrinhos, cinema e games, presta curadoria para eventos de cultura pop),

Roberta Araújo ( estudante de história da arte, criadora e administradora da página Mulheres Nos Quadrinhos, organizadora dos livros MNQ volume 1 e 2 e roteirista do coletivo Capa Comics),

Germana Viana (desenhista, letrista e roteirista, é autora de Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço e integrante do coletivo de quadrinhos CBGiBi, além de trabalhar com editoras como a Panini e a Jambô) e

as meninas do Estúdio Complementares. ♡

Para saber mais, acesse: www.socialcomics.com.br.

Espero poder compartilhar mais coisas boas com vocês logo! Obrigada por estarem me acompanhando e me dando força, vocês são maravilhosos! ^_^

Abração a todos e até próxima sexta!!!

De ponto em ponto!

BlendaFurtado_ retículas exemplos_web

Olá você que me acompanha todas as sextas aqui no blog! Muito bem vindo também você que me visita pela primeira vez!

O preto e branco do Mangá costuma ganhar mais vida a partir de tons de cinza. Nem todo tom de cinza pode ser reproduzido em cópia, apenas em impressão. Para evitar perda de qualidade, os Mangakás costumam usar retículas. Estas, que no quadrinho japonês é utilizada em preto e branco puro, normalmente, faz com que texturas possam ser aplicadas ao desenho abrindo um leque bem maior de valores tonais, aumentando ou diminuindo, aproximando ou afastando linhas e pontos, totalmente pretos! Fica bem bacana, né?! Aproximei alguns detalhes na imagem topo do post. Quem quiser ver sem estas janelinhas aumentadas, coloquei abaixo ^_^!

Este aqui foi um desenho todo texturizado com retículas. Eu curti bastante, então, espero que também gostem! Grande abraço e até próxima sexta!!!

 

BlendaFurtado_ retículas_web

Meu pé, meu querido pé…!

Blenda_Estudo Pes_web

Olá você que me acompanha todas as sextas aqui no blog! Muito bem vindo também você que me visita pela primeira vez!

Hoje vamos a uns estudos e dicas que podem ajudar! Desta vez, de uma parte meio esquecida, e que gera chateação de alguns quando tem que ser desenhada… Nossos queridos pezinhos! ❤

Uma boa forma de começar é estruturar o pé. Compreender que ele é formado de três partes:

Retro pé, médio pé e ante pé (respectivamente calcanhar, meio do pé e ponta do pé). E não apenas isso, mesmo estudando de lado e reconhecendo cada uma destas divisões, deve-se compreender que esta é uma estrutura tridimensional:

 

 

 

001_Blenda_Estudo Pes_web

Vale a pena também observar que o pé não é igual na parte interna e externa. O lado de dentro normalmente apresenta uma cava (normalmente pois algumas pessoas tem os pés ditos “chatos”, quando esta cava se encontra rente ao chão).

A partir daí, pode-se subir as estruturas em formas geométricas mais simples, reconhecendo a tridimensionalidade do pé. 

 

002_Blenda_Estudo Pes_web

Outro detalhe legal de observar é o calcanhar. Algumas pessoas pessoas confundem um pouco e colocam a perna rente ao calcanhar. Isto é um equívoco comum. Mas imagine o pé como uma forma mais simples (lembrando uma pá).

 

 

003_Blenda_Estudo Pes_web

Não haveria equilíbrio e cairíamos para trás, o que não acontece, pois temos uma compensação óssea própria para isto.

004_Blenda_Estudo Pes_web

Assim, basta que juntemos estas informações para um estudo tridimensional do pé, imaginando suas faces superior, lateral, frente dos dedos… Assim, fica mais fácil inclusive de colocar detalhes como as unhas, além de facilitar bastante na hora de sombrear.

 

005_Blenda_Estudo Pes_web

006_Blenda_Estudo Pes_web

Então é isso. ^_^

Estudem bastante artistas que vocês curtem, em como eles encontraram soluções para desenhar pés. Isto vai ajudar bastante!

Espero que as dicas tenham ajudado! Um ótimo fim de semana a todos e até a próxima! 😀