Luz e Sombra

Olá você que me acompanha todas as sextas aqui no blog! Muito bem vindo também você que me visita pela primeira vez!

Para uma boa aplicação de luz e sombra, algumas coisas devem ser levadas em consideração.

Primeiro: De onde vem a luz? Isto te dará um resultado bacana e coerente pois a família da luz ficará mais evidente nas faces próximas à fonte de luz. A família da sombra ficará mais evidente nas áreas mais distantes da fonte de luz ou mais escondidas do mesmo.

Segundo: O objeto tem faces bem definidas? Se sim, como uma caixa, fica mais simples saber onde fica luz, sombra e meio tom. Caso seja um objeto mais arredondado, vale a pena mentalmente dividir em faces (cima, baixo, frente, lados e costas), e a partir daí, aplicar as texturas de iluminação. Quanto mais arredondado e suave a passagem de uma face (real ou imaginária), mais suave será a passagem da zona mais escura para a mais clara. Independente do acabamento que você escolha (esfumaçado, verticais próximas, horizontais, hatchings e cross hatchings, enfim…), é bacana fazer uma passagem convincente de acordo com a superfície do objeto escolhido.

Afora isso, lembre sempre de treinar e observar o mundo com atenção. A vida e o ambiente ao seu redor podem ser uma grande escola se observados com atenção e carinho.

Espero que tenham gostado da dica de hoje e até a próxima sexta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s